top of page
Buscar

Idosos de Lorena participam de atividades que estimulam os dois lados do cérebro


A Fundação José Carlos da Rocha promoveu no início de setembro uma atividade que desafiou os residentes da Vila Vicentina - São Roque, em Lorena.

Eles participaram de exercícios com o objetivo ‘promover a utilização dos dois lados do cérebro’, o que pode ajudar a melhorar a memória, a concentração e a criatividade, de acordo com a pedagoga Dulce Fernandes.

"Os idosos gostam de desafios e esse não foi diferente. Foi novidade, mas aderiram bem à proposta. A estimulação cognitiva é importante para idosos, pois pode ajudar a retardar o declínio cognitivo", completou Dulce.

A ativação dos dois lados do cérebro acontece quando os idosos são obrigados a pensar, raciocinar de forma rápida e lógica. Exercícios que envolvem os dois lados do cérebro podem ajudar a melhorar a memória de curto prazo, a concentração e a criatividade.

Os idosos encontraram dificuldades em trabalhar com as duas mãos ao mesmo tempo e quem tem memória de curto prazo afetada apresentou deficiência, principalmente, na lateralidade, segundo a pedagoga.

"Quem tem esse tipo de limitação não percebe a diferença entre o lado dominante e o outro lado e apresentam dificuldades em seguir a direção", completou Dulce Fernandes.

A importância da estimulação cognitiva implica a utilização de atividades destinadas a estimular pensamento, a memória e a interação social, a fim de retratar o agravamento dos sintomas de envelhecimento e eventualmente do surgimento da demência.

O evento foi um sucesso e os idosos ficaram satisfeitos com a experiência. Eles relataram que se divertiram e que aprenderam coisas novas.

A Fundação José Carlos da Rocha pretende promover, com mais frequência, outras atividades de estimulação cognitiva para idosos.






8 visualizações0 comentário

댓글


bottom of page